SEGUNDA, NÉ?

(anônima)

.

Sim, pode me chamar de fraca se quiser, mas ver seu pau duro, sentir ele me encostando durante a noite, mesmo estando de calcinha e querendo tirar a todo momento me fez ser fraca. Não resisti peguei o brinquedo em forma de golfinho e estimulei meu clitóris imaginando a cabeça do seu pau como você sabe muito bem fazer, fechei os olhos e senti, apenas senti. Imaginei, após uma gozada deliciosa, você entrando em mim de quarto como uma rocha, uma rocha cilíndrica e deliciosa, puxando meu cabelo e gemendo até você também gozar, gozar no meu corpo  me deixando toda lambuzada, sim minha imaginação é fértil quando se trata de você, foi maravilhoso e não vejo a hora de ser real, segunda né?