DEUS ME DERA

Deus me livre desse sorriso maravilhoso! 
Eu? Querendo essa boca macia na minha, essa língua quente me enfraquecendo o juízo? 
Nunquinha! 
Não seja besta! Eu jamais cogitaria a hipótese de colar meu corpo a esse corpo em chamas, enquanto suas mãos passeiam pela minha pele arrepiada e seus lábios percorrem meu pescoço, desaparecendo por completo com minha sanidade! 
Nunca na vida eu me permitiria lamber-te e chupar-te o corpo todo até que sua última célula desfalecesse de tesão sob meus lábios...
Credo!
Arrepiei toda, mas foi de nervoso, tá? 
Não tem nada a ver com o fato de eu imaginar você me penetrando com força enquanto geme e revira esses olhos em completo êxtase... Até porque eu nem faria uma loucura dessas!... Deus me dera, mas quem me livre!

Quem?