SUA MÃO NÃO VAI CAIR SE VOCÊ ME PEGAR PELA CINTURA, ME COLOCAR NA PAREDE E ME DER UNS BEIJOS

Não custa nada você vir aqui matar essa vontade que eu tô de te dar uns beijo.

Que que tem que você tá trabalhando?

Ou que hoje você tem aula?

Ou que tu combinou um barzinho com os amigos mais tarde?

Que que te impede de vir aqui?

Larga tudo, deixa os compromissos e o estresse de lado.

Duvido que se passar um dia comigo tu não vai querer mais.

E eu sei que não vai te matar se tu sair do meio do trabalho e vir aqui sentir como minha calcinha fica quando eu estou com vontade de você.

A minha boca tem um poder de anestesiar, e eu prometo que se você não esquecer dos problemas pelo menos por 10 minutos comigo, eu desisto.

Te desafio a não esquecer!

Deixa eu beijar do pé do seu ouvido até o pé da sua barriga, te sentir arrepiar inteira.

Vamo tramar uma fuga, vamo começar no beijo então, vem chegando perto devagar, segura no meu cabelo, me olha no olho, me puxando pela cintura, fazendo eu esquecer até mesmo de como se respira, sorri pra mim e me beija, tu mata sua vontade, eu mato a minha, e a gente morre de tesão uma pela outra até amanhecer o dia.

Eu prometo que não peço pra você parar, e se eu pedir, pelo amor de Deus, continua que tá gostoso.

Cê sabe que tu me deixa louca, e que a vontade que eu tô de você nunca para só no beijo, porque eu quero sentir seu gosto, não só da sua boca, dos seus peitos, ou da sua buceta, mas do seu corpo todo!