ESTAVA COM SAUDADE DO SEU GOSTO

Acordei hoje e vi uma foto sua no instagram. Gata. Maravilhosa como sempre achei, desde que te conheci.

Resolvi mandar uma mensagem, com um pouco de receio do texto, que dizia: tô com saudades do seu gosto.

E não é só do gosto da sua boca, mas dos seus peitos, da sua barriga, da sua coxa… e você sabe do quê mais eu to com saudade, não sabe?!

Tu me respondeu logo depois com um áudio: não precisa ter mais… rindo. Sarcástica e malvada, sabe o exatamente o que fez pra me deixar aqui querendo mais, muito mais!

E foi a resposta suficiente pra eu simplesmente desequilibrar.

Tentei manter a concentração, mas é que eu lembrei daquela última noite que a gente teve, você sorrindo, vestindo calcinha e camiseta, enquanto mexia no cabelo e falava pra mim que me deixaria te chupar todos os dias se eu quisesse.

É lógico que eu quero!

Me perdi lembrando da sua boca lendo todo meu corpo, fazendo o tesão percorrer toda a espinha.

Nem pensei duas vezes pra responder, e eu só queria saber que horas e onde a gente se encontraria.

É que talvez você não saiba, mas meu tesão por você não é de agora, e depois que eu provei teu gosto, ele só aumentou, e fica meio inevitável eu lembrar de você e não molhar minha calcinha.

Então bora matar essa saudade, que eu to sedenta faz é tempo, e que eu quero que isso vire saudade mais vezes pra gente saciar sempre que quisermos.