GOSTO TANTO QUE ATÉ GOZO

E você vem me perguntar o tanto de tesão que eu sinto por você, me provocando desse jeito, e me encostando na parede enquanto passa a mão em mim. Como consegue?

Como se atreve a perguntar isso pra mim se você já sabe a resposta?

A resposta é sempre quando seus dedos deslizam pra dentro de mim, eles entram fácil, de tão molhada que eu fico por sua causa.

Depois de passar o dia inteiro me provocando, tirando totalmente meu foco e minha concentração do trabalho, me desejando desesperadamente que acabe a luz, ou que caia toda a rede pra gente poder sair mais cedo, e eu não ter que inventar uma desculpa pra sair e te encontrar.

É isso que você queria ouvir?

Que eu te acho gostosa?

E que eu sei que você também me acha gostosa?

Deixa eu te mostrar o quanto de vontade de você eu tenho em mim.

O quando eu gosto desse corpo no meu, desse seu beijo e dessa tua boca gostosa.

Toda gostosa, e gosto tanto que até gozo.

E gosto de gozar pra você.

Gosto da gente depois jogada na cama, rindo de prazer, de alívio, relaxadas, nos olhando, como se aquilo fosse o nosso segredo mais prazeroso de ser compartilhado.